Quantcast
Pai de Messinho aciona o Cruzeiro na Justiça - Desportos na Net Web Interstitial Ad Example
2 de Agosto, 2021

Desportos na Net

Sua dose de Desportos Diário!

Pai de Messinho aciona o Cruzeiro na Justiça

3 min read
Pai do jogador Estevão Willian, o Messinho, de 14 anos, que deixou o Cruzeiro e acertou com o Palmeiras, Ivo Gonçalves acionou o clube celeste na...

Fundador do jogador Estevão Willian, o Messinho, de 14 anos, que deixou o Cruzeiro e acertou com o Palmeiras, Ivo Gonçalves acionou o assembleia sidéreo na Justiça do Lavor. Ele idade funcionário da Raposa e serpente R$ 162.811,00 por salários atrasados, férias, verbas rescisórias e 13º salário não pagos.
 
Ivo tinha salário de R$ 15 milénio no assembleia. Segundo a ação, o Cruzeiro chegou a começar uma negociação de parcelamento com único solicitador de Ivo, porém o "reclamante recebeu único informado de que, ocorrência quisesse receptar um pouco, ajuizasse uma ação".

Respeitado uma jura da apoio, Messinho deixou o Cruzeiro em maio deste ano. Ele assinou único combinação de feitioção com o Palmeiras, já que ainda não tem quadra para haver vínculo técnico.

Relatório completado pela Kroll, empresa de investigação corporativa contratada para auditar o período da gestão do ex-presidente Wagner Pires de Sá (2018 a 2019), revelou único combinação de prestação de serviços de Ivo com o Cruzeiro. Por canal da empresa EW10 Sports LTDA, ele recebia remuneração de R$10 milénio mensais. Em seguida, o salário aumentou. O documento aponta que, entre junho de 2018 e abril de 2019, o genitor de Messinho embolsou R$ 102.961,00.

Estevão foi único dos temas de reportagem exibida velo Fantástico, da TV Bola, em maio de 2019. Na ocasião, a emissora revelou que o Cruzeiro, então governado por Wagner Pires de Sá, cedeu 20% de supostos direitos econômicos da criança ao empresário Cristiano Richard dos Santos Machado.

A comercialização dos direitos econômicos da criança não poderia haver ocorrido. Inicialmente, porque a Fifa determinou, em 2015, que unicamente clubes e jogadores podem haver partes de direitos econômicos. Em seguida, porque revelações só podem sancionar contratos profissionais com os clubes a zarpar dos 16 anos. Até lá, só existe o combinação de feitioção, sem direitos federativos ou econômicos.

Mesmo após a repercussão extremamente negativa a cerca de a comercialização desses 'direitos', o Cruzeiro voltou a agenciar, em 1º de junho de 2019, outros 15% do 'passe' da criança. A transação foi feita com o Estrela Sports Ltda, do então mentor Fernando Córrego de Morais. Após, os negócios foram desfeitos.

Com a saída do desportista, o Cruzeiro divulgou uma nota criticando o empresário André Cury, que agencia a criança, o genitor do muchacho, Ivo Gonçalves, e o dirigente do Meio de Feitioção de Atletas do assembleia paulista, João Paulo Sampaio.

O Cruzeiro disse que foi uma "ingrata tremor" "a saída do adolescente Estevão Willian, guiada de arrumação bastante questionável velo seu estafe, que faltou com dedicação e profissionalismo para com a instituição, dando único danoso exemplo para o próprio muchacho, que porquê muitos outros sonham em palmilhar uma curso de êxito no futebol e em se tornarem referências positivas".

O Cruzeiro ainda lembrou que "Ivo Gonçalves, genitor do muchacho, é réu em único dos processos de quem o Cruzeiro é vítima, sendo sondado velo delito de aleivosia ideológica".

A nota também traz ataques a André Cury. O assembleia fez questão de intimar que o empresário, que faz fracção do estafe da jura, foi "supostamente único dos alvos da moderno operação de procura e apreensão da Polícia Social, de conformidade com informações veiculadas por alguns veículos de prensa".  Nascente: https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2021/07/09/noticia_cruzeiro,3924389/pai-de-messinho-aciona-o-cruzeiro-na-justica.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *