Quantcast
Mancini avalia derrota do América: 'Futebol burocrático demais' - Desportos na Net Web Interstitial Ad Example
2 de Agosto, 2021

Desportos na Net

Sua dose de Desportos Diário!

Mancini avalia derrota do América: ‘Futebol burocrático demais’

4 min read
O técnico Vagner Mancini reconheceu que o América esteve abaixo em termos de desempenho na derrota por 1 a 0 para o Sport, nesta segunda-feira (19),...

O técnico Vagner Mancini reconheceu que o América esteve aquém em termos de desempenho na rota por 1 a 0 para o Sport, nesta segunda-feira (19), no Independência, em Esbelto Porvir. O treinador afirmou que, em determinados momentos, a equipe apresentou único futebol 'burocrático ademais' e pouco agrediu o time visita.
Em entrevista coletiva concedida após o confronto, Mancini fez uma análise completa do repto. Em sua avaliação, o América não teve rapidez e pecou nas tomadas de decisão, mesmo com 64% de monopólio de esfera.

"O América teve muitas dificuldades para imaginar, embora tenha jogado a maior fracção do fase no planura de cometida. Nós não criamos com singeleza. As jogadas foram, na maioria das vezes, forçadas. Único futebol alguma coisa burocrático ademais. Isso, de certa feitio, atrapalhou, porque a rapidez do jogo depende bem da captura de decisão, e nós não tivemos as melhores. Por isso, o América teve muita complexidade ao comprido do jogo. O Sport se propôs a se advogar apoiado e não teve grandes dificuldades com isso, porque nós não tivemos a rapidez necessária para importunar do tendência que nós queríamos", avaliou.

 

 

Erros defensivos

Nos últimos três jogos, o América sofreu em transições defensivas – instante após a prejuízo da monopólio de esfera. Seja por demorado na recomposição ou por uma postura passiva defronte do portador da esfera, a equipe cedeu espaços e oportunidades aos adversários nesta tempo do jogo.
Questionado lã Superesportes a respeito de o matéria, Mancini afirmou haver terminado correção neste fisionomia durante o distância. Em sua avaliação, o conjuntura do gol de Paulinho Moccelin apresenta erros do América, todavia também tem méritos do adversário.

"Eu vi dois tempos distintos. No adiante fase, a gente deu alguma coisa de espaço ao Sport. Eles finalizaram algumas bolas. Na segunda lanço, não. Nós corrigimos isso no vestiário. A equipe voltou mais compacta, esteve melhor posicionada, todavia acabou tomando único gol de contra-ataque em dois erros, onde a esfera estava no nosso pé e nós acabamos entregando ao Sport. Isso acabou sendo grave", afirmou.

"O conjuntura do gol é único conjuntura que, quando você analisa, você começa a encontrar erros. Porém também tem o méliturgia do adversário, o chuto do Moccelin. A finta, afinal. Não adianta, cá, a gente só mirar para os erros. O América não fez único generoso jogo. Ficou bem longínquo daquilo que eu quero e do que todos nós cá incorporado entendemos porquê ideal, todavia, no instante onde éramos bem superiores, acabamos levando o gol. A nossa equipe estava forçando para transpor vencedora e acabou, num conjuntura de contra-ataque, levando o gol. Posteriormente do gol, há o desinquietação inato. O Sport se encheu de garbo", completou.
 
 

Manutenção dos três zagueiros

Nas redes sociais, houve muitas críticas de torcedores do América pela manutenção do ordem com três zagueiros. Defronte do Sport, Mancini voltou a escalar trinca com Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Zé Vitor.

Questionado a respeito de a permanência do ordem até o cândido da abalada, o treinador 'desmistificou' a teoria de que jogar com três zagueiros priorize a consistência defensiva e explicou o porquê de enxergá-la porquê uma estratégia agressão de jogo.
"Muita gente enxerga o ordem de três zagueiros porquê único ordem defensível. Ele não é. É único ordem agressivo. A elanguescer do instante que você vigia com quatro, você tem único a mais do que quando vigia com três. É exatamente para que o América tenha força com os dois alas – e não com laterais. O lado joga mais avançado. Quando você prioriza sustentar a equipe com três zagueiros, eu quero exatamente agasalhar a abalada. A elanguescer do instante em que eu balázio único zagueiro e afasto os dois laterais, eu estou afastando meu time. Então, que fique apoiado intuito que o rente tático é para que a gente tenha força agressão", explicou.

Projeção

Finalmente, Vagner Mancini analisou pontos que carecem de evolução no América. Segundo o treinador, o forçoso problema descoberto pela equipe está relacionado às tomadas de decisão.
"Resumidamente, acho que o América tem que sublimar a captura de decisão. Em alguns momentos, faltou único pouquinho de tendência. Em outros, de captura de decisão. Isso, ao comprido do campeonato, a gente vai presenciar, não só no América, todavia em todas as outras equipes. O mais principal é haver a cabeça fria, tentar velozmente – através das semanas abertas de treinagem – emendar aquilo que dá para ser revisto no rente tático para que o desportista possa desenvolver aquilo que ele sabe", concluiu.
O próximo compromisso do Láparo na Série A será defronte do Grêmio, às 17h do sábado (24). O confronto, válido pela 13ª rodada do Brasileirão, sobrevirá na Estádio do Grêmio, em Porto Contente.

Nascente: https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/america-mg/2021/07/19/noticia_america_mg,3925995/mancini-avalia-derrota-do-america-futebol-burocratico-demais.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *